Apresentação completa do Instituto de Química Poitiers

O IC2MP (Instituto de Química de Poitiers: materiais e recursos naturais) é um instituto de investigação multidisciplinar, criado em 2012 (Diretora: Sabine Petit), especializado no estudo de materiais (argilas, catalisadores, …), do ambiente natural (água , solo, …), e respectivas reacções (naturais ou induzidas) . As principais áreas de aplicação são a síntese, a despoluição do ambiente e a exploração de recursos naturais.

O Instituto depende de dois organismos de investigação, o CNRS e a Universidade de Poitiers (UMR CNRS 7285), e é o resultado da fusão de quatro laboratórios de Química e de Geociências de Poitiers, reconhecidos pelo CNRS e que datam de cerca de quarenta anos. Estes laboratórios são: o Laboratório de Catálise em Química Orgânica (LACCO, UMR 6503), o Laboratório de Síntese e Reatividade de substâncias naturais (SRSN, UMR 6514), o Laboratório de Química e Microbiologia da Água (LCME, UMR 6008 ) e o Laboratório de Hidrogeologia, argilas, solos e alterações (Hydrasa, UMR 6269).

Constituiçao do Instituto:

O Instituto é constituido de 250 pessoas: 100 investigadores (75 membros do corpo docente da Universidade de Poitiers e 25 membros do CNRS), 50 funcionários de apoio permanente à investigação (26 universitários e 24 membros do CNRS), 86 alunos de doutoramento e pós-doutoramento e 14 agentes temporários.

O Instituto possede meios analíticos e experimentais excepcionais:
– plataforma para o estudo da água (ENSIP)
– plataforma experimental hidrogeológica rotulada (SEH)
– equipamentos : acelerador de electrões, SEM, TEM, microtomografia de raios-X, RMN, XPS, espectrómetros de massa de baixa e de alta resolução (GC / MS, LC / MS, GC / MS-MS, LC / MS-MS, MALDI-TOF), espectrómetros FTIR, Raman, UV-Vis,…

O IC2MP tem parcerias com diversos grupos industriais (ADEME, ANDRA, AREVA, CNES, França Agrimer, HONDA, IFP, IRSN, a Lafarge, Pierre Fabre, OSEO, Rhodia, Sanofi, SAUR, Suez, Total, Veolia, …). A quantidade média anual de contratos privados é de 1 milhão de euros, o que representa cerca de 15% do orçamento consolidado do Instituto.

IC2MP possede competências científicas e técnicas diversas que incluem processos de quimica verde , o desenvolvimento de materiais, a catálise, a síntese e caracterização de moléculas naturais e sintéticas, os processos de despoluição, através do estudo de transferências e reactividade do ambiente natural, em particular a água e o solo.

Os campos de aplicação são a energia, os materiais e os recursos naturais para um desenvolvimento sustentável.

IC2MP portugais Page_4“>IC2MP page 4

Récipient relié à un réacteur d'oxydation © CNRS Phototheque Cyril FRESILLON

Foto: © CNRS Photo Library / Cyril FRESILLON

Principal

Recherche

Menu principal

Haut de page